domingo, 5 de outubro de 2008

Os cinqüenta por cento


Este fim-de-semana os brasileiros foram às urnas escolher seus candidatos a prefeito. Em Formiga, as urnas mostraram algumas surpresas, mas tudo permaneceu na normalidade mesmo. O atual prefeito Aluísio Veloso/PT se manteve na chefia do executivo vencendo as eleições com 21.094 votos (53,1% dos votos válidos). Se o segundo turno fosse válido para cidades com mais de 60 mil habitantes, o petista teria desbancado seus adversários logo no primeiro pleito, o que prova que seu trabalho o tem consolidado como um dos melhores prefeitos que a Cidade das Areias Brancas já teve.
Aluísio venceu com uma diferença de 11.013 votos o canditato Eduardo Brás/PSDB, que teve 10.077 votos (25,4%) e por sua vez não conseguiu abrir distância do outro concorrente, Juarez Carvalho/PV, que obteve 8.545 votos (21,5%). A escolha comprova as intenções do eleitorado formiguense. Os dois candidatos já tiveram chance de mostrar o seu trabalho numa segunda administração e não tiveram muito sucesso. Sinceramente, espero que o Senhor Aluísio não faça o mesmo.
Para vereador, méritos para o PMDB. A legenda conseguiu três votações expressivas: Meirinha, com 1.875 votos, Mauro César, com 1.698 votos, e o já figurinha carimbada Moacir Ribeiro, pela sétima vez no executivo, com 1.654 votos. Além de ter sido a mais votada, a peemedebista foi a única mulher eleita para ocupar umas das dez cadeiras da câmara, um fenômeno que pode vir a concorrer à prefeitura nas próximas eleições. Cid Corrêa (da Vitória Corrêa/PR) esteve na frente grande parte da apuração e terminou com 1.721 votos (o segundo mais votado), sem conseguir levar ninguém de sua coligação.
A coligação PSB/PT/PTC levou Gonçalo de Faria/PSB, com 1.348 votos, e Edmar Ferreira, agora no PT, com 1.109 votos. Cabo Cunha/PMN foi o único eleito da coligação PMN/PSL/PRB/PRTB, com 1.186 votos. Já os esforços em reunir as personalidades mais pop de Formiga deram à coligação PV/PCdoB/PPS/PTB duas cadeiras no Legislativo: Eugênio Vilela Júnior/PV, com 950 votos, e Dr. Reginaldo/PCdoB (sim, o maluco conseguiu!), com 910 votos.
A coligação DEM/PP é a prova de que a união faz a força e elegeu o desconhecido Mazinho/DEM com 572 votos, que superou figuras expressivas como Tião Rangel, Vanderlei Pacheco e Josino, que já foram legisladores em mandatos anteriores. Somente o PHS que naum fez coligação com ninguém (idiota) não elegeu nenhum vereador.
A nova cara da Câmara Municipal mostra cinco novidades e cinco velharias do eleitorado formiguense. O que prova que os cinqüenta por cento dominaram as eleições desse ano, um pleito que não foi bom, nem ruim tal qual seu resultado.
PS: Parabéns para o Valdir lá de Córrego Fundo (futuro patrão da Cidinha), prefeito mais uma vez.

4 comentários:

lalinho disse...

È... Dr. Reginaldo eu assustei... mas talvez por ser "louco" ele faça alguma coisa que preste. Agora a Meirinha... pago pau pra ela.

Bruno Dancing disse...

jah eu nao gostei nem um pouco do doutor reginaldo

o cara eh medico ocupado o dia intero
num vai ter tempo pra fazer nada, e nem vai preocupar, ele eh rico mesmo

Vicente Neto disse...

A respeito do seu comentário no meu blog eu lhe digo umas coisas:
Jesus and Mary Chain
Breeders
Kaiser Chiefs
Offspring
Vanguart
Mallu Magalhães...
Foals eu baixei um album aqui e num achei aquelas coisas...
Mau fi do céu...
Esse festival vai BOMBAR!

Lincoln disse...

mto boa análise.
e é interessante a previsibilidade das proximas eleiçoes.